Tratamento da água em restaurante: tire aqui suas dúvidas!

tratamento-da-agua-em-restaurante-tire-aqui-suas-duvidas.jpeg

Problemas com escassez de água podem afetar a todos. Porém, alguns ramos da indústria, como bares e restaurantes acabam sendo muito impactados. Eles utilizam água para quase todas as suas atividades, como lavagem e preparação dos alimentos, higienização de utensílios e do ambiente.

Por essa razão, é justo e necessário que os restaurantes façam o tratamento da água, seja para descarte ou para reúso da mesma.

Além de ser de grande importância para o funcionamento desses locais, a água é — como todos já sabemos — um recurso natural indispensável à vida e um bem que pertence a toda a humanidade.

Uma crise hídrica poderia levar a um grande colapso da economia. Portanto, além de procurar tratá-la, os restaurantes também podem adotar formas de evitar o desperdício.

Neste post, você terá dicas de como fazer ambas as coisas: tratar a água utilizada em seu restaurante — para reutilizá-la ou descartá-la — e dicas para evitar desperdiçar esse insumo fundamental às suas atividades.

Pastilhas para tratamento da água dos ralos

Quando a manutenção da água dos ralos — de cozinha e banheiros — de restaurantes não é feita adequadamente, seus gestores passam por situações muito desagradáveis. A matéria orgânica presente nessas partes do encanamento entra em decomposição, ocasionando mau cheiro e, consequentemente, repulsa e insatisfação dos clientes.

Uma solução inteligente e eficiente para isso é o uso de pastilhas de tratamento de água, as quais podem ser depositadas nos ralos. Elas são capazes de degradar a matéria orgânica de forma 100% natural, pois são desenvolvidas com o uso de microrganismos inofensivos. Cada uma delas depositadas em um ralo pode fazer o pré-tratamento de aproximadamente 10 mil litros de água.

Pré-tratamento da água proveniente de pias e lavagem de utensílios

A água residual dos bares e restaurantes (efluente), geralmente tem um teor considerável de gordura, pois a lavagem dos utensílios libera esses óleos. Isso pode se tornar um problema, pois a legislação ambiental exige que efluentes com alto nível de graxas e óleos sejam pré-tratados.

Portanto, é importante fazer o pré-tratamento dos efluentes em restaurares por meio da instalação e manutenção de uma caixa de gordura eficiente. Nela, parte dos óleos presentes na água da lavagem dos utensílios será separada da água a ser liberada no esgoto.

Captação da água de chuva e reúso

Encontrar maneiras de reaproveitar a água contribui para a sua economia financeira e preservação desse bem.

Assim, alguns estabelecimentos — comerciais e residenciais — vêm encontrando na instalação de sistemas de captação da água da chuva uma alternativa para economizá-la, o que pode chegar a até 50% de economia.

Depois, essa água pode ser utilizada para a lavagem de pisos, calçadas e sanitários.

Corte do desperdício mudando a rotina de limpeza

A mudança em algumas rotinas de limpeza, tanto de um restaurante quanto de uma residência, pode levar a uma grande economia em sua conta de água. Uma forma de fazer isso é rever se a quantidade de água que gasta para determinadas atividades não ultrapassa o necessário.

Atitudes que podem ser tomadas são:

  • Varrer pisos e calçadas, retirando a sujeira grossa antes de jogar água;

  • O preparo de uma solução de limpeza para higienizar algumas superfícies mais “a seco”;

  • Retirar o excesso de comida dos pratos e fazer uma pré-lavagem manual antes de levá-los à lavadoura de louças.

Além disso, averígue todo o encanamento de seu restaurante e faça a manutenção periódica do mesmo, para evitar vazamentos e, consequentemente, o desperdício.

Conscientização de funcionários e clientes

Para ter um tratamento e economia de água mais eficaz em seu restaurante, é preciso que todos os funcionários estejam engajados. Procure conseguir a adesão de todos por meio de treinamentos e com palestras de profissionais que possam conscientizá-los de que a importância não é apenas para a economia de seu restaurante, mas para a humanidade.

Além disso, tente conscientizar seus clientes, mostrando a eles que seu estabelecimento faz o correto uso e tratamento da água. Coloque placas e avisos em locais estratégicos — como pias para higienização das mãos e espalhados pelos sanitários — informando do tratamento e pedindo que economizem.

Gostou do post? Então, obtenha mais dicas sobre o uso mais eficiente da água na indústria!

Deixe um comentário

3 × três =