Saiba porque a qualidade da água é tão importante na indústria

saiba-porque-a-qualidade-da-agua-e-tao-importante-na-industria.jpeg

Para oferecer um produto seguro e que atenda às expectativas do consumidor, a indústria precisa realizar o controle de qualidade em todas as etapas da sua industrialização, desde a escolha da matéria-prima até a determinação das condições em que ele deve ser comercializado.

E, quando se trata da indústria alimentícia, o trabalho de garantir a segurança do produto é ainda maior, já que a falta de cuidado em alguma etapa pode afetar seriamente a saúde das pessoas.

Dessa forma, é importante que as empresas apliquem medidas preventivas para evitar problemas com o alimento, como a avaliação dos pontos críticos no processo de fabricação. Nessa estratégia, diversos fatores são observados de perto, sendo a qualidade da água um dos mais importantes.

A relevância desse item, na indústria de alimentos, reside na sua própria forma de utilização: como ingrediente, meio para a sanitização de matérias-primas, agente de limpeza, fluido de resfriamento e aquecimento de produtos, entre outras funções.

Mas não faz muito sentido apenas saber onde ela atua. É fundamental entender também como e porque a qualidade da água pode influenciar toda a produção. Por isso, abordaremos mais detalhes sobre esse assunto nos tópicos a seguir. Acompanhe!

O padrão da água

Segundo o Ministério da Saúde, a água para consumo humano deve ser potável, ou seja, que apresente o padrão de potabilidade estabelecido na Portaria 2.914/11 e não ofereça riscos à saúde.

Nesse dispositivo, são considerados os parâmetros:

  • microbiológico: contagem de coliformes totais e fecais;

  • compostos químicos nocivos: concentração de arsênio, cádmio, chumbo, mercúrio, nitrato, benzeno, agrotóxicos, entre outros;

  • cianotoxinas: concentração de microcistinas e saxitoxinas;

  • radioatividade: concentração de rádio-226 e rádio-228;

  • organoléptico: análise da cor, odor, sabor e outros atributos.

Os riscos da água de má qualidade

Conforme o tópico anterior, uma água de qualidade ruim é aquela que não apresenta os padrões de potabilidade e que contenha contaminantes biológicos, químicos ou físicos em quantidades que causem danos à saúde. Por exemplo, microrganismos patogênicos e as suas toxinas, produtos químicos e metais pesados.

Desse modo, quando a água apresenta alto risco biológico, ela pode transmitir doenças como cólera, hepatite A, febre tifoide e gastroenterite. Além disso, mesmo que o produto passe por tratamento térmico para eliminar diversos patógenos, ainda existe a possibilidade de contaminação ao utilizar essa água nos processos seguintes.

No caso da presença de substâncias químicas e metais pesados em quantidades nocivas, existe o risco de intoxicação, desenvolvimento de várias doenças e também de problemas operacionais, como a incrustação de minerais em tubulações e corrosão.

Assim, além de representarem riscos à população, esses agentes modificam as características físicas, químicas, sensoriais e nutricionais do alimento, como sabor, cor, textura, vida de prateleira e quantidade de minerais.

Como garantir uma boa qualidade da água

Para utilizar uma água com qualidade é importante realizar algumas medidas importantes. Abaixo, apresentaremos algumas delas:

Conhecer bem a procedência da água

A indústria pode utilizar a água proveniente do sistema público de abastecimento ou ter a sua própria rede. No primeiro caso, a água já é tratada e segue os padrões de potabilidade. No segundo, a empresa fica responsável por tratá-la e tem maior controle sobre a sua procedência.

Ter o próprio sistema de tratamento

Mesmo que água seja oriunda da rede pública de abastecimento, será necessário realizar cuidados no seu armazenamento e na sua distribuição para garantir que ela apresente boa qualidade. Assim, o ideal é que a indústria disponha de um sistema de tratamento próprio.

Estabelecer um controle de qualidade

No início do post, falamos sobre a importância do controle de qualidade na indústria. De acordo com essa orientação, a água deve ser monitorada, com a realização de avaliações periódicas de parâmetros microbiológicos e químicos, para garantir a segurança do produto e evitar problemas operacionais.

Como você viu, a qualidade da água é fundamental para a indústria, principalmente para a de alimentos. Cabe salientar que o melhor jeito de evitar a sua contaminação é utilizando meios ecologicamente seguros para tratá-la, como as soluções biotecnológicas.

Então, o que achou do post? Siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de mais conteúdos como este! Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube!

Deixe um comentário

15 − 7 =