Gestão de resíduos industriais: como fazer da maneira correta

Trucks unloading garbage at recycle plant.

A geração de resíduos industriais é uma das principais fontes de degradação do meio ambiente — seja pela poluição das águas, do ar ou dos solos. Nesse contexto, torna-se importante um gerenciamento adequado, que considere a redução da geração de resíduos e, também, a reutilização, de forma a reduzir custos de operação. Para saber como fazer isso, acompanhe o post de hoje!

Quais são as normas relacionadas à gestão de resíduos industriais?

No Brasil, a  NBR-10.004 da ABNT classifica e caracteriza os resíduos sólidos industriais, que devem ser segregados, tratados e/ou destinados adequadamente de acordo com suas propriedades.

Além disso, a Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, define a ordem de gerenciamento dos resíduos sólidos. Dessa forma, deve-se, prioritariamente:

  • Não gerar;
  • Reduzir;
  • Reutilizar;
  • Reciclar;
  • Tratar os resíduos sólidos;
  • Realizar a disposição final dos rejeitos de forma ambientalmente adequada.

O que fazer ao gerar esses resíduos?

Quando não é possível impedir a geração dos resíduos industriais, é importante fazer um gerenciamento de tudo que for gerado na indústria de forma integrada, buscando soluções ambientalmente adequadas para cada um dos materiais.

Essa atividade é chamada de Gerenciamento Integrado dos Resíduos Industriais e compreende as seguintes etapas:

Elaboração de um PGRS

A empresa deverá possuir um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, além de seguir suas diretrizes corretamente.

Elaboração de Ficha de Emergência e envelope

O Decreto 88.821/83 e a Resolução 420 da ANTT — que aprova as instruções complementares ao regulamento do transporte terrestre de produtos perigosos — estabelecem que a ficha de emergência é um documento de responsabilidade do expedidor. Os requisitos dessa ficha estão listados na ABNT NBR 7503.

Licenciamento Ambiental e Emissão de DTRP

A Declaração de Transporte de Resíduos Perigosos (DTRP) deverá ser emitida pelo gerador dos resíduos perigosos, no caso de transporte intermunicipal, de acordo com o Decreto Estadual Nº 14.024/2012. Além disso, o documento deve conter a quantidade anual estimada de resíduos a ser transportada.

O que fazer com os resíduos industriais?

Os resíduos industriais gerados devem ser dispostos da seguinte maneira:

Segregação

Os resíduos devem ser segregados conforme as normas brasileiras listadas no subtítulo anterior.

Armazenamento

Os resíduos devem ser armazenados temporariamente e, depois, encaminhados para tratamento e/ou destinação final adequada — para isso, a norma NBR 12.235/92 da ABNT deve ser considerada.

Registros de movimentação

Devem ser mantidos e atualizados todos os registros relacionados ao tipo e quantidade dos resíduos produzidos, bem como o encaminhamento dado aos mesmos.

Coleta

O transporte dos resíduos deve ser feito em veículos adequados. Os motoristas e coletores devem ser treinados para a operação e para o atendimento a emergências, no caso de quaisquer eventualidades.

Tratamento e/ou destinação final

O tratamento dos resíduos resume-se na adoção de uma técnica, método ou processo que modifique as características dos resíduos de forma a minimizar ou acabar com os riscos inerentes a eles e, consequentemente, com os danos ao meio ambiente.

Como aplicar a biotecnologia no gerenciamento de resíduos sólidos industriais?

A biotecnologia é o conjunto de técnicas que utilizam agentes biológicos em diversos serviços. Dentro desse contexto de gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos industriais, a biotecnologia vem ganhando destaque, uma vez que traz vantagens como a redução de geração de lodo nos processos e aumento da capacidade do sistema. Com isso, é possível reduzir custos operacionais e aumentar a consciência ambiental da empresa através do uso de tecnologia limpa e que não utilize substâncias químicas poluidoras.

E então, gostou de saber mais sobre a gestão de resíduos industriais? Para esclarecer outras dúvidas, fazer sugestões ou conversar mais a respeito, entre em contato com a gente!

Deixe um comentário

5 × 3 =