Como preparar o solo para entressafra?

como-preparar-o-solo-para-entressafra.jpeg

O agricultor brasileiro vem considerando, juntamente com as ciências agronômicas, formas de aprimorar seu trabalho, visando o aumento da produção e da produtividade. Entre as ações adotadas, estão aproveitamento os períodos de entressafra.

Nesses períodos, pode o agricultor conseguir maiores produções no mesmo ano agrícola, cultivando diretamente ou melhorando as condições do solo. Por meio de práticas agrícolas diferenciadas, uso de soluções biotecnológicas, adubação verde, entre outras, pode fazer melhor uso do período normalmente sem produção.

Saiba mais sobre o aproveitamento da entressafra no post de hoje:

O ano agrícola

Cada planta se desenvolve melhor em determinada época do ano. Assim, da relação entre as condições climáticas e o ciclo da planta, surge o ano agrícola para determinada cultura.

O ano agrícola, portanto, é o período que começa com o cultivo de uma determinada cultura, passa por sua colheita e vai até o próximo cultivo. Geralmente, ele não coincide com o ano normal que começa em janeiro e termina em dezembro.

É fácil entender que cada cultura que o agricultor planta tem o seu próprio ano agrícola. Por exemplo, o ano agrícola do café não é o mesmo do milho.

A safra e a entressafra

Dentro do ano agrícola de uma cultura existe o período de safra e o período de entressafra dessa cultura.

Chama-se safra o período em que a cultura está sendo colhida. Assim, a safra começa quando começa a colheita e termina também quando a colheita se encerra.

A entressafra, por sua vez, é o período do ano agrícola que vai do final da safra (quando acaba a colheita) até o início do preparo para um novo plantio. É a entressafra de um produto que faz o seu preço subir (pouca oferta porque já acabou a colheita).

Alguns períodos de entressafra no Brasil (variam conforme a região do país para algumas culturas):

  • Cana-de-açúcar: outubro a março;

  • Feijão: outubro a dezembro;

  • Mandioca: setembro a dezembro;

  • Milho: setembro a dezembro;

  • Soja: setembro a dezembro.

Como preparar o solo na entressafra

Dependendo da cultura, da região de cultivo e do mercado, existem algumas opções de medidas que podem ser tomadas na entressafra pelo agricultor:

Plantar a Safrinha

Aproveitar e plantar novamente, de modo que dê para colher até antes de começar o novo preparo para o cultivo.

Desse modo, o agricultor consegue uma segunda colheita no mesmo ano agrícola, também conhecida como safrinha (segunda safra). Em alguns casos, como o do milho, por exemplo, o milho safrinha tem produzido tanto ou mais que a safra normal da cultura.

Para plantar a safrinha, os procedimentos são os mesmos tomados para o cultivo normal da cultura. Apenas deve-se observar com precisão as datas para que haja tempo hábil de sucesso das duas safras no mesmo ano agrícola.

Promover a adubação verde

Algumas culturas são plantadas, não para serem colhidas, mas para enriquecerem o solo. Essa prática chama-se adubação verde.

Para o plantio da adubação verde, utiliza-se, normalmente, sementes de uma planta leguminosa como mucuna preta (Mucuna aterrima), crotalária (Crotalaria spectabilis), feijão-de-porco (Canavalia ensiformis), etc.

A leguminosa é semeada nas ruas (entrelinhas) do cultivo principal e deixada para se desenvolver à vontade. Posteriormente, quando se iniciar um novo ano agrícola, o preparo do solo incorporará essas plantas à terra, enriquecendo-a.

Deixar a terra descansar

Nessa opção, o agricultor simplesmente não mexe com a terra, deixando-a “descansar” até a época de um novo preparo. Na verdade, deixa-se a palhada pós colheita sobre o solo para protegê-lo, manter a umidade do solo e incorporar matéria orgânica.

Também, como na adubação verde, o preparo do solo incorporará a palhada deixada melhorando as características do solo.

Gostou de ver como aproveitar melhor a entressafra? Você já adota alguma dessas medidas? Compartilhe a sua experiência deixando seu comentário!

Deixe um comentário

20 + 8 =