quais-os-principais-impactos-da-seca-na-agricultura.jpeg

Quais os principais impactos da seca na agricultura?

Por SuperBAC Biotechnology Solutions
Escrito em 7 de janeiro de 2019
Atualizado em 7 de janeiro de 2019
Blog

Boa parte da produção agrícola, que faz com que os alimentos e diversos outros produtos cheguem à nossa mesa, depende dos ciclos regulares de chuva para prosperar. Quando a regularidade nos índices pluviométricos é afetada, surgem as secas e são sentidas graves consequências no abastecimento desses itens.

Por isso, é essencial que o agricultor, independentemente do porte, conheça meios que ajudem a mitigar os impactos nocivos da seca na agricultura. Pensando nisso, preparamos este texto, que explica as consequências da escassez de água e como enfrentá-la. Confira!

Quais os prejuízos da seca na agricultura?

Em um primeiro momento, há um impacto óbvio da seca agricultura: a produção é prejudicada, podendo, em casos extremos, ser totalmente perdida. No entanto, essa interrupção tem o potencial de ir além do prejuízo localizado.

Logo de cara, a seca faz com que o preço de alguns alimentos suba, reduzindo os estoques e fazendo com que esse aumento perdure por várias safras. Esses valores mais elevados cedo ou tarde chegarão ao bolso das famílias, que precisarão gastar mais com alimentação.

O impacto é sentido em outros setores. Com a seca, fica mais caro alimentar animais destinados ao consumo humano, o que eleva o preço de carnes, leites, ovos e todos os seus derivados. 

Produzir combustíveis a partir de fontes renováveis (caso do etanol e dos biocombustíveis, por exemplo) também fica mais caro. Isso força a demanda por combustíveis à base de petróleo, que também faz o preço subir, além de aumentar as emissões de carbono na atmosfera, prejudicando ainda mais o meio ambiente.

Em longo prazo, as consequências de uma seca extrema demandariam uma atuação grande dos governos afetados para que os impactos fossem contornados de forma breve, afetando a população o mínimo possível.

O que é possível fazer para evitá-los?

Diante da gravidade dos impactos que uma seca pode ocasionar, é indispensável conhecer técnicas e estratégias para mitigar esses efeitos antes que eles se agravem. Confira as melhores opções.

Escolha de espécies adaptadas

Escolher espécies vegetais adaptadas a climas mais áridos é uma estratégia interessante para quem quer fugir da situação desfavorável. Pesquise as melhores alternativas de acordo com sua região para obter boas safras mesmo em condições adversas.

Rotação de culturas

Cultivar a mesma cultura por muito tempo prejudica o solo e afeta ainda mais o combate aos efeitos da seca. Por isso, a rotação de culturas é tão importante.

Para implementar essa técnica, é preciso dividir a lavoura em várias áreas, cada uma com uma cultura diferente. A cada novo plantio, é feita uma rotação da distribuição dos vegetais cultivados.

Plantio direto

O plantio direto é aquele feito no solo sem a retirada de outros resíduos vegetais existentes. Essa cobertura natural facilita que a água fique retida e diminui a temperatura na superfície.

Armazenamento de água

Existem diversas formas de armazenar água para garantir o suprimento necessário durante os períodos menos chuvosos. Entre as mais utilizadas estão as cisternas, as barragens subterrâneas e os poços.

Uso da tecnologia

Quem preferir, também pode lançar mão de recursos tecnológicos para enfrentar a falta de chuvas. Algumas dessas ferramentas envolvem novas formas de cultivo, como a hidroponia. Essa técnica permite a plantação de hortaliças em estufas e utiliza uma solução enriquecida diluída numa pequena quantidade de água para substituir o solo.

Já para planejar melhor o cultivo, é possível utilizar a agricultura de precisão, que emprega máquinas e softwares para coletar dados de diversas variáveis e assim determinar as melhores datas para o plantio, aplicação de fertilizantes, entre outros aspectos.

Dentro da agricultura de precisão, o Sistema de Informações Geográficas (SIG) ainda é capaz de fornecer estatísticas relevantes sobre as condições do clima e a existência de tendências de longos períodos de seca.

Com as mudanças climáticas em curso em nosso planeta, será cada vez mais complicado prevenir ou mesmo prever estiagens duradouras. Por isso, é importante entender quais são os impactos da seca na agricultura e conhecer formas de reduzir seus danos.

Você já enfrentou um período de seca muito grande? Quais foram as soluções adotadas? Conte sua história nos comentários!

Deixe um comentário

3 + 6 =

Fique por dentro

Fique por dentro de todas as nossas novidades e soluções, do mercado de
agropecuaria, saneamento e bens de consumo.