industria-sustentavel-5-motivos-para-prestar-atencao.jpeg

Indústria sustentável: 5 motivos para prestar atenção!

Por SuperBAC Biotechnology Solutions
Escrito em 21 de dezembro de 2018
Atualizado em 21 de dezembro de 2018
Blog

Foi-se o tempo em que aqueles que se preocupavam com a sustentabilidade eram taxados como “ecochatos”. Empresas de todos os portes já perceberam que assumir um compromisso com o meio ambiente é uma necessidade, seja pelo menor gasto com recursos energéticos e matérias-primas, seja pela maior aceitação do público. Portanto, adotar medidas para tornar a indústria sustentável deve, definitivamente, fazer parte de seu planejamento.

Veja, por exemplo, o caso da Suzano Papel e Celulose. Em um mundo cada vez mais digital, a empresa precisou se reinventar para mostrar que o papel não é um vilão na era da sustentabilidade. Atualmente, ela trabalha com matéria-prima de origem certificada, mapeia os impactos que sua produção causa ao meio ambiente e apoia cooperativas de reciclagem. Isso sem se esquecer dos projetos realizados diretamente com a comunidade.

Que tal fazer como a Suzano e adotar práticas sustentáveis também na sua indústria? Continue conosco e veja 5 motivos que vão lhe mostrar que isso é, sim, uma boa ideia!

1. Diminuição dos impactos ambientais em todo o ciclo de produção

Explorar de forma racional os elementos da natureza é o mínimo que uma empresa pode fazer para preservar o meio ambiente. Afinal, todos nós dependemos dos recursos naturais, e, caso eles se tornem escassos, o custo para obtê-los se tornará muito maior. Trata-se, portanto, de um cuidado que permitirá que as indústrias mantenham suas atividades por muito tempo.

Assim, ser uma indústria sustentável é uma via de mão dupla. Ao mesmo tempo em que a empresa contribui para o bem da sociedade, ela também se beneficia com as atitudes tomadas. Veja algumas medidas que podem ser adotadas para proteger o meio ambiente:

  • usar fontes renováveis de energia, principalmente a solar;

  • aumentar a eficiência do uso da água;

  • contratar fornecedores de matérias-primas que utilizem boas práticas de extração;

  • substituir produtos nocivos, como solventes ou metais pesados, por alternativas menos agressivas;

  • priorizar o uso de resíduos agrícolas e urbanos (na produção de embalagens, por exemplo).

Além da atenção às matérias-primas, é preciso pensar também nos rejeitos. Adotar um programa de gerenciamento de resíduos com orientações específicas para o manuseio, armazenamento e disposição dos materiais permite o reaproveitamento, a reciclagem ou a destinação final adequada.

Um aspecto que também não deve ser negligenciado é o controle das emissões atmosféricas. Nesse aspecto, podem ser adotadas medidas indiretas que visem a reduzir ou impedir a geração do poluente, ou medidas diretas com objetivo de concentrar e reter as substâncias tóxicas antes que elas sejam lançadas no ar.

2. Possibilidade de diminuir gastos

Para qualquer indústria, fazer mais gastando menos é sempre uma boa opção. Adotar práticas sustentáveis é uma ótima maneira de atingir esse objetivo, uma vez que todos os envolvidos se beneficiam. Veja, agora, como usar a sustentabilidade para reduzir custos.

Menor uso de energia

Toda indústria precisa de energia para se manter em funcionamento. Em relação à eletricidade, diversas medidas podem ser tomadas para racionalizar o consumo, incluindo:

  • substituição das lâmpadas antigas por versões mais eficientes;

  • manutenção periódica dos equipamentos;

  • troca de máquinas e aparelhos por opções que consomem menos energia;

  • instalação de sensores de presença nas áreas de pouca circulação;

  • colocação de coberturas sobre as condensadoras dos ares-condicionados.

Redução do desperdício

Comprar mais matéria-prima do que a indústria usa tem um impacto muito negativo para o planeta e para as finanças. É preciso trabalhar para chegar o mais próximo possível do desperdício zero. Uma boa ideia é fazer parcerias com fornecedores que aceitem a recompra de materiais que iriam para o lixo.

Otimização da cadeia logística

Priorizar fornecedores que fiquem nas proximidades do centro industrial é uma ótima maneira de reduzir os gastos com o frete, acelerar o processo de produção e diminuir a emissão de CO2 na atmosfera.

Uso racional de embalagens

Consumidores preocupados com a sustentabilidade estão sempre atentos aos 3 Rs: reduzir, reciclar e reutilizar. Para eles, menos é mais quando o assunto é embalagens. Para agradar esse público e ainda ser menos agressivo com o meio ambiente, considere opções que usem menos recursos para serem produzidas.

3. Otimização da infraestrutura

Algumas mudanças de layout podem proporcionar grandes transformações em uma indústria, sobretudo no que diz respeito à economia de energia e ao reaproveitamento de recursos. Veja algumas sugestões:

  • redistribuir equipamentos para melhorar a circulação de ar e trazer mais conforto térmico;

  • desobstruir janelas ou mesmo criar aberturas para o melhor aproveitamento da luz natural;

  • retirar divisórias que tornem os ambientes escuros;

  • desenvolver estratégias para captação de água da chuva;

  • usar revestimentos que diminuam a temperatura da edificação;

  • adotar um sistema solar para aquecimento da água;

  • instalar painéis para captação da luz solar e utilização como fonte de energia.

4. Melhoramento dos processos internos da indústria

Os processos que acontecem na natureza são dinâmicos. Da mesma forma, aqueles que ocorrem na indústria também devem ser. É preciso buscar a inovação continuamente, sempre correndo atrás de novas maneiras de reduzir o uso de matérias-primas, diminuir a produção de gases poluentes ou reaproveitar os resíduos gerados. Com a máxima eficiência operacional, a produtividade da empresa ainda é alavancada.

Em alguns casos, o melhoramento não requer grandes esforços, como quando o desperdício está relacionado à falta de organização. Para corrigir esse problema, a área de armazenamento das matérias-primas precisa ser ordenada, evitando que produtos se percam ou passem de seus prazos de validade. Manter um inventário atualizado também é primordial para uma boa gestão de compras.

5. Concessão de incentivos fiscais

Adotar medidas sustentáveis, além de ser uma forma de atender à legislação ambiental e evitar sanções, traz retornos importantes por meio de benefícios concedidos pelos governos federal, estadual ou municipal. Entre os incentivos dados a empresas com certificação em sustentabilidade, podemos destacar:

  • redução ou isenção de impostos;

  • tributação diferenciada;

  • financiamento para energia solar;

  • doação de terrenos para construção.

Pronto! Agora você já conhece os principais motivos para querer tornar sua indústria sustentável. Além de evitar multas, a proteção ao meio ambiente mostra uma preocupação com o futuro, sendo muito bem-vista pelos consumidores. O compromisso com a natureza é também uma forma de garantir a produção por muito mais tempo, trazendo inúmeras vantagens em longo prazo.

Este artigo foi útil para você? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais e deixar seus amigos por dentro da importância de adotar práticas sustentáveis na indústria?

 

Deixe um comentário

seis − 6 =

Fique por dentro

Fique por dentro de todas as nossas novidades e soluções, do mercado de
agropecuaria, saneamento e bens de consumo.