comoosbeneficiosdosuperganpodemaumentarasuaprodutividade

COMO OS BENEFÍCIOS DO SUPERGAN PODEM AUMENTAR A SUA PRODUTIVIDADE?

Por Marketing
Escrito em 10 de junho de 2019
Atualizado em 10 de junho de 2019
Blog

A biotecnologia é usada para fabricar compostos que combinam matéria orgânica e minerais para o aumento da produtividade das lavouras. O Supergan é um tipo de fertilizante que promove o crescimento dos microrganismos favoráveis ao desenvolvimento vegetal, resultando em 8 benefícios para a produção agrícola.

Neste artigo você vai conhecer melhor as funções da matéria orgânica. Em seguida, vai entender os benefícios específicos do Supergan.

Quais são os benefícios da matéria orgânica?

O processo de decomposição de matéria orgânica no solo resulta na formação de dois importantes componentes. O primeiro é o húmus, e o segundo são os sais minerais. Estes podem ser divididos em macro e micronutrientes, que deixam de estar em sua forma orgânica, ou imobilizada, e passam para uma forma mineralizada, ou seja, uma forma que está facilmente disponível para a planta.

O húmus, ou a micela coloidal úmida, desempenha um papel de extrema importância de condicionador do solo. Ele aumenta de forma significativa a disponibilidade de nutrientes. Isso se explica, em parte, pelo aumento da capacidade de troca catiônica, sendo que o húmus é capaz de absorver eletrostaticamente nutrientes catiônicos, como potássio, cálcio, magnésio, manganês, ferro, cobre e zinco, entre outros. Esses nutrientes enquanto ficam dissolvidos, ficam protegidos de perdas, e obviamente, mais disponíveis para as plantas.

Além dos benefícios físico-químicos, o Supergan também apresenta características microbiológicas extremamente favoráveis. Isso se deve, em grande parte, à tecnologia SuperBAC, que manteve a viabilidade e a altíssima concentração microbiana na matéria orgânica, mesmo após o seu processamento. Esse fator garante a presença de uma comunidade microbiana benéfica ao desenvolvimento da planta, mediante um maior equilíbrio biológico do solo. 

Finalmente, além do microbiota presente no Supergan é importante salientar que o produto também favorece o desenvolvimento dos microrganismos naturalmente presentes no solo. Esse aumento da vida e equilíbrio biológico do solo melhora o desempenho da planta porque catalisa reações importantes.

Entre essas reações, podemos citar a decomposição da matéria orgânica e a ciclagem de macro e micronutrientes, além da produção de enzimas como a fosfatase e a nitrogenase, que promovem mudanças na conformação do nutriente, tornando-o mais disponível para as plantas. Também ocorre a produção de alguns análogos de hormônios vegetais, como o ácido indolacético, que resultam em um aprimorado desenvolvimento radicular das plantas.

Quais são os 8 benefícios do Supergan?

O fertilizante Supergan promove o crescimento de microrganismos benéficos para o aumento da produtividade, resultando em 8 benefícios. Confira.

1. Fixação do nitrogênio

O nitrogênio do ar existe na combinação que traz uma molécula de dois átomos, ou seja, N² . Essas moléculas se conectam por meio de três ligações químicas que estão entre as mais fortes da natureza. Apenas os microrganismos são capazes de produzir enzimas que quebram estas ligações por meio da produção de uma enzima chamada nitrogenase, criando o 2NH³ (Amônia – Nitrogênio), processo conhecido como fixação biológica do nitrogênio.

2. Riqueza em carbono e ácidos orgânicos

A matéria orgânica presente nos fertilizantes é rica em moléculas complexas de carbono (C), que é o alimento dos microrganismos do solo. Quanto mais os microrganismos quebram essas moléculas de carbono transformando-as em compostos mais simples, mais ácidos orgânicos são liberados no solo, melhorando o perfil do solo e sua produtividade.

3. Aceleração da decomposição de matéria orgânica

A atuação do Supergan no solo produz enzimas que “quebram” as moléculas da matéria orgânica para serem absorvidas pelas plantas. Como exemplos temos as enzimas celulase, anilase, protease, glucanase, desidrogenase e fosfatase, que são produzidas por microrganismos que atuam no ciclo do carbono, nitrogênio, enxofre, fósforo e potássio, ou seja, nutrientes.

A disponibilidade aumenta também com a liberação de ácidos orgânicos exopolissacarídeos, que retêm água e nutrientes, e pela produção de quelantes que “sequestram” os nutrientes, atraindo-os para a zona de absorção dos vegetais.

4. Produção de fito-hormônios de crescimento

Os microrganismos estimulados pelo Supergan têm genes que produzem hormônios semelhantes aos dos vegetais que, por sua vez, são reconhecidos pelas plantas. Nessa comunicação constante, são produzidos exsudatos (líquidos) pelas plantas, que atraem os microrganismos até a raiz (num processo conhecido como quimiotaxia), e estes respondem produzindo fito-hormônios. Quanto maior o enraizamento, maior a colonização dos microrganismos.

5. Nutrição com macro e micro nutrientes

O Supergan fornece seis macronutrientes e seis micronutrientes essenciais para o desenvolvimento e nutrição das plantas de forma equilibrada.

6. Favorecimento do equilíbrio da biota

Os microrganismos estimulados pelo Supergan promovem a melhoria da biota do solo, criando um ambiente propício para o desenvolvimento das plantas. Este tratamento e recuperação do solo ocorre em três níveis:

  • físico: melhora a textura, estrutura e porosidade;
  • químico: acrescenta macro e micronutrientes, com consequente aumento da fertilidade;
  • biológico: estimula e recupera a parte viva do solo (microrganismos e microfauna).

7. Aumento da capacidade de enraizamento

Os microrganismos estimulados pelo Supergan produzem diversos compostos bioativos, tais como os já mencionados fito-hormônios, que promovem maior desenvolvimento dos tecidos vegetais. Isso contribui tanto para o crescimento da raiz principal quanto para a emissão de raízes secundárias.

8. Solubilização de fósforo e potássio

A atuação do Supergan no solo estimula produção de enzimas, tais como as fosfatases, e ácidos orgânicos, que tratam o fósforo disponibilizando-o às plantas. Além disso, o fósforo do solo pode ser incorporado na biomassa microbiana, evitando perdas por lixiviação. Cria-se uma espécie de reservatório de fósforo, liberado quando a bactéria morre. Assim, fósforo retido ou não lábil transforma-se em lábil.

No caso do potássio, por ser constituído de cargas positivas e a matéria orgânica do fertilizante ser constituída de cargas negativas, ocorre uma atração entre as moléculas, de modo que o potássio se liga à matéria orgânica, tornando-o disponível para a planta. Por exemplo, ele entra na forma de K2O e se transforma em K+ (forma mais assimilável pela planta).

Muito se tem falado sobre aumento da sustentabilidade e construção do perfil do solo. Quando se fala nesse quesito, nosso fertilizante Supergan de alta performance desempenha um papel essencial, que potencializa a eficiência dos minerais e aumenta a capacidade de retenção de umidade do solo. Ele também contribui para um solo com maior diversidade e presença de vida, num ambiente muito mais favorável à produtividade vegetal. 

Gostou de saber essas informações? Então compartilhe no seu Facebook ou LinkedIn para mais pessoas conhecerem as vantagens dos fertilizantes com biotecnologia!

Deixe um comentário

nove − 4 =

Fique por dentro

Fique por dentro de todas as nossas novidades e soluções, do mercado de
agropecuaria, saneamento e bens de consumo.