5 perguntas e respostas sobre alimentos orgânicos

5-perguntas-e-respostas-sobre-alimentos-organicos.jpeg

Com o estilo de vida nocivo que a grande maioria das pessoas vivencia ao morar nos grandes centros urbanos, muita gente está experimentando diversos problemas de saúde. Uma das formas de evitar isso é melhorando a dieta e, dentro desse contexto, apostar nos alimentos orgânicos pode ser uma excelente opção.

Eles são muito mais saudáveis e não contém a exorbitante quantidade de agrotóxicos e pesticidas que boa parte das plantações aplica nas lavouras de produção em larga escala. No entanto, esse tema ainda suscita diversas dúvidas.

Quer conhecer algumas das principais perguntas e respostas sobre alimentos orgânicos? Então, confira o conteúdo a seguir:

1. O que são alimentos orgânicos?

A primeira dúvida que muitas pessoas podem ter é sobre o que realmente são os alimentos orgânicos. O fato é que, para ser considerado orgânico, um produto deve ser cultivado em um ambiente que não apenas seja livre de agrotóxicos, hormônios, químicos, antibióticos e transgênicos, mas, também, que considere as questões sociais, ambientais e econômicas da comunidade.

Mais do que uma mera preocupação com a saúde pessoal, é uma questão de contemplar a sustentabilidade e a responsabilidade nos seus aspectos mais amplos, tornando a produção menos impactante para o meio ambiente e a sociedade.

2. Por que os agricultores usam produtos químicos?

O fato é que muitos agricultores utilizam produtos químicos por questões econômicas. Ao não se preocuparem com os malefícios que esses produtos podem causar nas pessoas que vão se alimentar posteriormente com os alimentos contaminados, eles apenas despejam os agrotóxicos e se livram das pragas que atacam as lavouras.

Há alguns anos, até mesmo os governos e multinacionais faziam campanhas publicitárias para orquestrar a criação de uma verdadeira dependência dos agricultores em relação à indústria. No entanto, com as mais recentes pesquisas e estudos sobre o tema, constatou-se que esses químicos podem provocar diversos tipos de doença, entre as quais, o câncer.

3. Alimentos orgânicos são mais caros?

Como os produtores de alimentos orgânicos acabam tendo um respeito muito maior com a natureza e se preocupam com as questões socioeconômicas de suas plantações, sua margem de lucro diminui. Por isso mesmo, alguns dos alimentos orgânicos podem chegar um pouco mais caros nas prateleiras dos mercados ou até mesmo nos distribuidores.

No entanto, com uma boa procura e certa dose de paciência, você pode encontrar boas oportunidades para adquirir esse tipo de produto, por preços compatíveis com os seus benefícios e vantagens. Feiras livres, por exemplo, são uma excelente alternativa.

4. Como saber se um alimento é orgânico?

Os alimentos orgânicos precisam seguir uma norma legal no Brasil, que está em vigor desde janeiro de 2011. A legislação prevê que os produtos do gênero tenham um selo ou uma declaração de cadastro do produtor orgânico familiar.

Nos mercados e lojas, os itens precisam conter esse selo. Já para o agricultor que vende diretamente os seus alimentos, a apresentação da declaração de cadastro é fundamental.

5. Por que incluir orgânicos no restaurante?

Incluir alimentos orgânicos no seu negócio pode trazer diversos benefícios para o proprietário. Além de produzir pratos muito mais saudáveis e em consonância com a responsabilidade social e ambiental que todos os empresários devem ter, isso pode se tornar uma poderosa estratégia de marketing.

Ao anunciar que você trabalha com esse tipo de alimentos, muitas pessoas estarão mais propensas a consumir no seu restaurante e até mesmo a pagar um pouco mais pela qualidade diferenciada. Você constrói um público cativo e, de quebra, pode aumentar os seus lucros naturalmente.

E agora, tirou as suas dúvidas sobre alimentos orgânicos? Conte para nós nos comentários!

Deixe um comentário

quatro × 2 =